Carregando...
63 3217-1503 comunicacao@sindepol-to.com.br
26 de Março de 2020

O que fazem os Delegados? | 57ª DP (Pium)

Delegado Chefe: Dr. José Carlos Garcia

Na atual conjuntura de declaração de pandemia de coronavírus, algumas medidas governamentais vieram amenizar o contágio. A 57ª Delegacia de Polícia de Pium, assim como as demais, anda funcionando com horário reduzido, mas regimes de plantão regulares e, de acordo com o Delegado responsável pela unidade, o Dr. José Carlos Garcia, houve, de fato, redução nas ocorrências, mas também aumento da insatisfação da comunidade.


O Delegado explica que sente que “o novo coronavírus é uma preocupação mundial, embora possamos perceber que algumas pessoas ainda não se deram conta da magnitude deste evento ou até mesmo acreditam que não chegará aqui”. De acordo com Boletim da Secretaria de Saúde do último sábado, 21, de fato o município de Pium ainda não conta com suspeitas, mas várias cidades do interior já estão na lista. Constam os municípios de Araguaína, Gurupi, Pedro Afonso, Bandeirantes do Tocantins, Nova Olinda, Miracema do Tocantins, Xambioá, Arapoema, Paraíso do Tocantins, Augustinópolis, Cariri do Tocantins, Porto Nacional e Silvanópolis, além da capital, Palmas. 

 

Apesar de pequena, a 57ª DP de Pium possui alta demanda e atende uma área de 11 mil km². O Delegado conta que em seus primeiros anos na Delegacia “vem fazendo um levantamento dos problemas locais, procurando os órgãos públicos para solucioná-los e identificando os locais de maior incidência de crime”, a fim de reduzir a criminalidade.

 

Desafios

 

São desafios a falta de pessoal e de equipamentos adequados para atender à grande área territorial, mas de acordo com o Dr. José Carlos, “apesar de todas as dificuldades a gente tenta atender todas as demandas que chegam até nós. Infelizmente há casos que não podemos dar uma solução satisfatória, mas isso não ocorre por falta de empenho”.

 

O que é ser Delegado?


Segundo o Delegado, é uma profissão desafiadora tanto em relação às questões teóricas, quanto práticas. "Há o constante desafio na tomada de decisões que visam defender os direitos da vítima e da sociedade, evitando-se, ao mesmo tempo, praticar injustiças", afirma Dr. José Carlos que acrescenta que “talvez o momento em que mais me orgulhei da profissão foi a vez em que obtive a confissão de um investigado por estupro. Haviam poucos elementos para decidir e foram aproximadamente 3 horas de interrogatório. Ao final - quando ele confessou - fiquei satisfeito por poder dar uma resposta à vítima e ter a consciência tranquila de que aquela resposta era a adequada - que não estaria enviando para a cadeia uma pessoa inocente.”


José Carlos Garcia


Delegados de Polícia Civil pelo Estado do Tocantins há quase 3 anos, José Carols é pós-graduado em Direito Processual Penal e em Gestão de Segurança Pública.

FILIE-SE ONLINE ou faça o download da Ficha de Filiação e encaminhe-nos
Parceiros

Receba nosso informativo em seu e-mail

SINDICATO DOS DELEGADOS DE POLÍCIA CIVIL DO TOCANTINS
ENDEREÇO
1002 Sul, Cj. 01, Lt. 01, Av. Teotônio Segurado
Palmas/TO
CEP 77.023-484
CONTATO 63 3217-1503
© COPYRIGHT 2017