Campanha de doação de sangue dos sindicatos da Polícia Civil começa nesta segunda-feira, 28

Ação segue até o dia 30 de junho em Palmas, Porto Nacional, Araguaína, Gurupi e Augustinópolis
28/06/2021 11/08/2021 14:24 137 visualizações

A fim de contribuir com o abastecimento dos bancos de sangue dos hemocentros, que em razão da pandemia estão em baixa, os sindicatos da Polícia Civil do Tocantins se reuniram em prol da campanha Junho Vermelho, que teve início nesta segunda-feira, 28, e seguirá em coleta até quarta-feira, 30. A iniciativa partiu do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado do Tocantins (Sindepol/TO) em parceria com o Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (Sinpol/TO), o Sindicato dos Peritos Oficiais do Estado do Tocantins (Sindiperito), o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e a Hemorrede do Estado do Tocantins (Hemoto).

 

Para Sarah Lilian de Souza, presidente do Sindepol/TO, a campanha Junho Vermelho é um ato em favor da vida e as doações de sangue precisam ocorrer durante todo o ano. “Nós apoiamos essa campanha porque promove um ato muito bonito e que deve ser parte do nosso cotidiano. A doação de sangue salva muitas vidas e procuramos envolver toda a classe policial nessa ação”, pontua a delegada. 

 

“A baixa do estoque de sangue é um problema de todos nós, e com a pandemia esse fator se agravou. Estamos nos mobilizando e sabemos que podemos ajudar a melhorar esse quadro”, salienta o presidente do Sindiperito, Silvio Jaca.

 

A presidente do Sinpol/TO, Suzi Francisca, reforça a importância do exemplo. “Somos muitos policiais no Estado do Tocantins e incentivamos todos a participarem dessa ação, que através do exemplo também busca motivar a população a seguir abastecendo os hemocentros com maior regularidade”, convida a presidente.

 

Para quem ainda não agendou sua doação, basta entrar em contato nos números abaixo e comparecer a uma unidade indicada. “Somos uma classe forte, vamos dar o nosso sangue!”, estimula o diretor do Ciopaer, Gustavo Bolentini.

 

Unidade de coleta

 

Hemocentro Coordenador de Palmas - HCP (08006428822 ou 3218-3232); Hemocentro Regional de Araguaína - Hemera (3411-2915 ou 3411-2916); 

Unidade de Coleta e Transfusão de Porto Nacional - UCT (3363-8321);

Unidade de Coleta e Transfusão de Augustinópolis - UCT (3456-1309); 

Núcleo de Hemoterapia de Gurupi (3312-2237 ou 3312-7545).

 

Recomendações

 

Para doar é preciso estar em bom estado de saúde, alimentado (evitar alimentação gordurosa nas últimas 4 horas), pesar acima de 50 kg e ter entre 16 e 69 anos (desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos). Menores de idade poderão doar somente com autorização dos responsáveis.

 

São impedimentos: Gripe, resfriado e febre nos últimos 7 dias; período gestacional; amamentação até 12 meses após o parto; ingestão de bebida alcoólica nas últimas 12 horas; endoscopia nos últimos 6 meses; exposição a situações de risco para DSTs nos últimos 12 meses; vacina para febre amarela ou sarampo nas últimas 4 semanas; e procedimento cirúrgico dentário nos últimos 7 dias.

 

Em relação ao novo coronavírus, recomenda-se que quem teve contato com pessoas contaminadas deve doar somente após 14 dias do último contato e que pessoas que foram contaminadas realizem a doação 30 dias após a completa recuperação. Já sobre as vacinas, recomenda-se a doação somente após 48 horas para o imunizante Coronavac e somente após sete dias para Astrazeneca.

 

Por Ascom Sindepol/TO

Foto: André Araújo/Governo do Tocantins